ECOGRAFIA GERAL

Ultrassonografia e ecografia são termos diferentes utilizados para o mesmo exame (são a mesma coisa).


COMO É REALIZADO

Este exame é realizado em um aparelho especial que utiliza um transdutor para gerar imagens com alta definição de diversas partes do corpo (sendo que a qualidade do exame depende diretamente da qualidade do aparelho que é utilizado). Além disso, ele precisa ser realizado por um médico com boa experiência, pois é analisado em tempo real, ou seja, toda a avaliação é feita durante o próprio exame (as imagens que são impressas neste exame são, na grande maioria das vezes, somente ilustrativas).

Este método não utiliza radiação e, portanto, é muito útil no acompanhamento de mulheres grávidas. Contudo, ele também serve para avaliação de outras partes do corpo como os órgãos internos do abdome, os músculos, os tendões e alguns ligamentos, o útero, os ovários, a tireóide, as glândulas salivares e até mesmo o cérebro de crianças recém nascidas. Ele poderá ser realizado com o paciente deitado, sentado ou em pé, dependendo do tipo do exame e do local a ser examinado.

A ultrassonografia não funciona, contudo, onde houver ar, ou seja, não é um método muito bom para avaliar o intestino, o estômago, o pulmão ou qualquer outro que contiver ar. Além disso, sempre que houver um órgão contendo ar (ex.: intestino) localizado entre o transdutor e a estrutura que se deseja avaliar, a mesma não poderá ser identificada com precisão. Por isso que é muito importante a realização do jejum no caso do abdome, pois precisamos tentar reduzir a quantidade de ar no intestino para melhorar a qualidade do exame. Em alguns casos, a bexiga também precisará estar cheia no momento da avaliação.

A ultrassonografia também não funciona através dos ossos, ou seja, não é o método ideal para avaliar fraturas ou outras alterações ósseas. Além disso, os ossos impedem a avaliação dos órgãos que se encontram atrás deles.

Nos exames de ultrassonografia, também é necessário utilizar um gel na pele. Este gel tem a função de eliminar a mínima quantidade de ar que fica nos poros e nas dobras da pele, além de permitir que o transdutor deslize com maior facilidade. Ele é feito a base de água e não causa alergia nem manchas nas roupas.

Este exame, como qualquer outro de diagnóstico por imagem, após ser realizado, precisa ser cuidadosamente analisado por um médico especialista, o que demanda tempo e atenção. Portanto, lembre-se que nem sempre a liberação de um laudo e de um exame imediatamente após sua realização é sinônimo de qualidade e precisão, duas coisas que devem ser primordiais no cuidado de nossa saúde.